26 de jul de 2012

Mãe de Michael Jackson tem suspensa guarda dos filhos do cantor

Joe and Katherine Jackson, pais de Michael, chegam à corte para ouvir a senteça (Foto: AP)

Um juiz nomeou, nesta quarta-feira, TJ Jackson, 34 anos, como guardião temporário dos filhos de Michael Jackson depois de ouvir sobre o desaparecimento da matriarca da família, Katherine Jackson, de 82 anos. Ele também tomou conhecimento de detalhes da recente turbulência na família. Sobrinho do popstar, TJ é filho de Tito Jackson.

O juiz Mitchell Beckloff suspendeu Katherine Jackson como guardiã das crianças, porque ela estava no Arizona e não tinha falado com as crianças durante vários dias. Ele disse que não havia evidência de que ela tenha feito nada de errado e que existe a chance de ela retomar a guarda em breve. Beckloff proibiu as crianças de serem tiradas da Califórnia sem autorização judicial.

A decisão veio depois de dias de tumulto entre a família Jackson. TJ Jackson apareceu no tribunal e foi nomeado depois de descrever uma conversa "estranha" que teve com Katherine Jackson na noite de terça-feira. "Eu nunca ouvi minha avó falar assim", disse ele relutantemente. "Em todos os sentidos. O som de sua voz era diferente. As pausas."

Ele disse que alguns de seu discursos vieram com voz arrastada e linguagem cifrada. O juiz inicialmente disse que não iria nomear um guardião temporário, mas mudou de ideia após ouvir os argumentos do advogado TJ Jackson, Charles Shultz. Os dois filhos mais velhos de Michael Jackson, Prince e Paris, apoiaram a nomeação de um guardião temporário. Blanket, de 10 anos, não foi ouvido no caso.


Os outros dois guardiões potenciais, a cantora Diana Ross e Debbie Rowe, que é a mãe dos filhos mais velhos de Jackson, foram notificados. Ross foi nomeada no testamento de Michael Jackson em 2002 como um guardião em potencial. Katherine não falava com as crianças desde o dia 15 de julho. O advogado de Katherine, Perry Sanders Jr., disse que vai tentar fazer com que sua cliente volte a ser a guardiã.

Cr: G1

0 comentários:

Postar um comentário